14 de abril de 2009

Make Your Own Kind of Music

14 abril Escrito por Eliude Santos 4 comentários
Cass Elliot
Sempre gostei de "The Mamas and the Papas", especialmente por causa da belíssima voz de Cass Elliot. Outro dia, ouvindo a letra de "Make Your Own Kind of Music", que ela gravou em sua carreira solo, parei pra pensar na profundidade da mensagem.
Vivemos numa época complicada, em que fazer o que os outros fazem, ou como os outros fazem, ou ser como os outros são é a regra da vez. Você entra num shopping, num pátio de escola, ou simplesmente anda pelas ruas da cidade e percebe que as pessoas podem ser separadas em grupos por causa do tipo de roupa que vestem, do corte de cabelo ou do linguajar que usam... Não existe uma preocupação com a originalidade, ou com o pensamento livre, ou em estampar uma marca pessoal naquilo que se faz. Existe sim, uma necessidade de adequar-se ao grupo de modo a ser aceito por ele. No trabalho, na escola, nos momentos de lazer, somos o que esperam de nós, muito mais do que o que esperamos ser.
Muitos, na busca desenfreada para agradar os outros, ou para ser aceitos por eles, negam a própria identidade e se entregam à medíocre posição de fantoches.
É contra isso que a música prega. Ela nos incita a ser nós mesmos, fazermos a nossa própria música, ou seja, levarmos nossa vida do modo que nos torna felizes, sem amarras, sem a exacerbada preocupação do que os outros pensarão ou dirão a respeito.
Segue a letra:
    MAKE YOUR OWN KIND OF MUSIC
    Nobody can tell ya
    There's only one song worth singing
    They may try and sell ya
    Cause it hangs them up to see someone like you
    But you've gotta make your own kind of music
    Sing your own special song
    Make your own kind of music
    Even if nobody else sings along
    You're gonna be nowhere
    The loneliest kind of lonely
    It may be rough going
    Just to do your thing's the hardest thing to do
    But you've gotta make your own kind of music
    Sing your own special song
    Make your own kind of music
    Even if nobody else sings along
    So if you cannot take my hand
    And if you must be going
    I will understand
    You've gotta make your own kind of music
    Sing your own special song
    Make your own kind of music
    Even if nobody else sings along
Se você não entendeu a letra, segue a tradução: "Ninguém pode te dizer que só há uma canção que vale a pensa ser cantada. Eles podem tentar e te vender a idéia, pois ficam perturbados em ver alguém como você. Mas você tem que fazer seu próprio tipo de música, cantar sua própria canção especial, fazer seu próprio tipo de música mesmo que ninguém mais vá cantar junto. Você não vai estar em nenhum lugar, conhecerá o tipo mais solitário de solidão. Pode ser difícil continuar apenas fazendo o que faz: é a coisa mais difícil a fazer! Então se você não puder pegar minha mão; e se tiver que ir, eu vou entender. Mas você tem que fazer seu próprio tipo de música, cantar sua própria canção especial, fazer seu próprio tipo de música mesmo que ninguém mais vá cantar junto."
Make Your Own Kind of Music é um hino à liberdade das amarras sócio-culturais e um grito pela originalidade pessoal.

4 comentários:

  1. Nossa, não conhecia a música, muito boa a letra.

    Muitos me condenam por não ser como "os outros", por não usar rímel, batom, pó de arroz e blush na cara; por não usar salto alto sempre; ou por me esforçar nos estudos, ao contrário de muitos que eu conheço e conheci. Poxa, eu tenho minha opinião e os meus gostos, não uso maquiagem pq me sinto muito fake, desconfortável, salto alto idem, e estudo pq eu gosto e qro e sei que é importante. A maioria das pessoas não entendem isso, e tentam me fazer gostar e acreditar nisso e naquilo.,., É muito desagradável.

    Há certas coisas que não compreendo.,., Na sociedade vc tem q ser como tal, agir como tal, igual vc disse, p ser aceito por um grupo. Aí aparece alguém diferente, tipo Amy Winehouse, e td mundo começa a venerar (ou melhor, pagar pau, num vocábulo mais esdrúxulo), pela atitude dela, jeito dela, visual dela, música dela.,., Não dá p entender as pessoas, aí eu q sou diferente td mundo condena tsc tsc tsc

    Complicado.,.,

    *sumiste? Senti falta dos teus posts inteligentes, sempre trazem algo p enriquecer nosso dia e nos fazem parar e pensar nessa correria doida do dia-a-dia

    BjoxXD.,.,

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito de The Mamas and the Papas e de tudo daquela época. Eles viviam e pregavam uma liberdade que hoje é simplesmente inatingível!

    ResponderExcluir
  3. adoro os seus posts, tudo o que você escreve. não sei se é porque eu me identifico, e penso de modo parecido com você, ou porque você escreve tão bem. mas eu li quase todos seus posts, e acho seriamente que tu não deve deixar de querer ser tudo que você ainda pode ser, e tudo que você. não deixe as pessoas fazerem você se sentir como se não merecesse o que quer. esse seu sonho de ser escritor, não deixe ele pra trás. vai enfrente, que você consegue, que você merece.

    e eu nem te conheço, mas pelo o que eu pude notar, você tem muito talento. tomara que tudo dê certo pra você.
    ah e meu nome é mari :)

    ResponderExcluir
  4. Obrigado Mari, são depoimentos como o seu que me dão força. Não se preocupe que não desisto não... Agora mesmo eu tava escrevendo mais um conto... Tenho quatro contos publicados aqui no blog e mais seis outros bem maiores e bem melhores escritos no meu PC. Tenho um livro quase terminado e outro em andamento. Às vezes, a vida corrida e os problemas aparentemente infindáveis roubam um pouco da minha criatividade. Mas, criatividade é uma fênix sempre despertando das cinzas com forças renovadas.

    ResponderExcluir

Compartilhe esse artigo em suas redes sociais e aproveite este espaço para registrar seus pensamentos sobre esta postagem.