20 de março de 2013

Fluency at Hand

20 março Escrito por Eliude Santos , Comente aqui
A Fluency at Hand é uma consultoria de idiomas com especialidade na língua inglesa que atende empresas e alunos privados interessados em ganhar fluência no idioma de forma personalizada e eficaz.

A consultoria desenvolve apostilas personalizadas baseadas nas necessidades e interesses do aluno ou grupo e uma abordagem comunicativa associada a técnicas de neurolinguística que fazem de seu método uma poderosa ferramenta no aprendizado de um novo idioma.

A metodologia é focada na aquisição linguística através de prática comunicativa, não desconsiderando também a aprendizagem por meio de exposição estrutural. Cada apostila é elaborada através de uma análise das aspirações e potencialidades do aluno ou grupo a fim de selecionar as ferramentas e recursos pedagógicos a serem utilizados em cada aula. Assim, o conhecimento prévio do aluno ou grupo não é desprezado e o ritmo e conteúdo do curso serão determinados a partir dos dados coletados nesta análise.

O papel do aluno e do professor na Fluency at Hand

Ao começar um Programa de Aquisição e Aprendizado de uma Segunda Língua na Fluency at Hand, o aluno precisa entender que essa aquisição refere-se ao processo de assimilação natural, que envolve intuição e aprendizado subconsciente, portanto tem mais a ver com sua atitude diante de todo o processo do que com a habilidade do professor em explicar o que será ensinado, transmitir conteúdo, conduzir atividades e reiterar o que foi aprendido. Por sua vez, o professor, ao realizar tais tarefas, age como um facilitador nesse processo. Mas somente a atitude do aluno a respeito do aprendizado determinará o ritmo em que o conteúdo será assimilado. Claro que um bom professor pode motivar o desenvolvimento de atitudes positivas para que seus alunos consigam alcançar o êxito esperado.

A introversão ou extroversão do aluno também são levadas em consideração  

Pessoas que tendem à introversão, à falta de autoconfiança ou ao perfeccionismo acabam por desenvolver um bloqueio linguístico que compromete a espontaneidade devido à consciência adquirida por meio de experiência da alta probabilidade de se cometer erros com a língua. Por sua vez, pessoas que tendem à extroversão, a falar de forma muito espontânea e improvisada, também sentem dificuldade de adequar-se a um processo de aprendizado linguístico, pois falta-lhes a paciência necessária para se monitorar e desenvolver precisão ao falar.

Quando esses alunos se permitem moldar a um ponto intermediário entre a introversão e a extroversão, conseguem aplicar a função de monitoramento de forma moderada e eficaz, o que obviamente acelerará seu ritmo de aprendizagem. Aulas mais focadas na exposição estrutural ou na prática comunicativa apontando situações ou atitudes que precisem ser trabalhadas promoverão um melhor desempenho do aluno durante o curso.


Estratégias de aprendizado

Com uma atitude adequada, o aprendiz precisa de uma estratégia para tirar maior proveito desse processo. Observação, percepção, reprodução e apropriação precisam fazer parte dessa estratégia.

Ao comparar a estrutura de uma segunda língua com sua própria, aprendizes criam um mapa de entendimento. Saber posicionar uma palavra numa frase e reconhecer diferenças de significado que uma palavra possa apresentar certamente expandirá esse mapa de entendimento.
-Swimming is my favorite sport. (Natação é meu esporte favorito.)
-I was swimming when she called. (Eu estava nadando quando ela ligou.)
-I just can’t stop swimming. (Não consigo parar de nadar.)
Finalmente, praticar estruturas recém-adquiridas em atividades de conversação livre promoverá a aquisição linguística.

Um curso personalizado

O ensino de línguas eficiente não é aquele atrelado a um pacote didático predeterminado, gramaticalmente sequenciado, tradução e exercícios orais repetitivos, nem aquele que depende de recursos tecnológicos. O ensino de línguas eficiente é personalizado, dá-se num ambiente bicultural, e baseia-se nas habilidades pessoais do facilitador em construir relacionamentos, criando situações de comunicação real voltadas às áreas de interesse do aluno, com uma linguagem ao alcance do seu entendimento.

Para saber mais, acesse já o site da Fluency at Hand
e agende a visita de um representante em sua empresa. 



0 pessoas comentaram:

Postar um comentário

Compartilhe esse artigo em suas redes sociais e aproveite este espaço para registrar seus pensamentos sobre esta postagem.